60 anos servindo aos mais humildes

Padre José Mahon é um dos padres jubilares da Diocese de Santo André em 2011. E para celebrar a graça de chegar a 60 anos de sacerdócio, no domingo, 22 de maio, às 8h da manhã, na Igreja São Geraldo Magella, na Vila Guaraciaba, em Santo André, foi celebrada a Missa para agradecer a Deus por tantas graças que recebeu e que lhe permitiu ajudar, principalmente os mais humildes.

Mais de quinhentos paroquianos ali estiveram para participar da missa em ação de graças que foi presidida pelo Bispo Emérito de São Paulo, Dom Angélico Bernardino Sândalo, um amigo de quatro décadas, e que estiveram juntos em muitas das caminhadas em defesa das pessoas mais simples.

Padre Mahon foi ordenado há seis décadas na igreja São Vicente de Paula, no subúrbio de Paris, mas desde 1942 trazia no coração o ideal de ser um sacerdote de Jesus Cristo. Após dois anos no Seminário de Filosofia em sua diocese, decidiu entrar para a Congregação dos Filhos da Caridade, cujo carisma é a evangelização dos trabalhadores, e de todas as pessoas marginalizadas pela sociedade.

A primeira paróquia onde pastoreou em nossa Diocese foi a Santa Terezinha, de Santo André, depois peregrinou por Mauá, e por anos ficou na Paróquia São Geraldo Magella. Em Santo André também passou pelo Parque João Ramalho. E depois se tornou um missionário em Portugal. Retornando à Diocese serviu no Ferrazópolis, em São Bernardo, Rio Grande da Serra. Esteve também em Guarulhos e anos atrás esteve em missão na África.

Para festejar os 50 anos dos Filhos da Caridade no Brasil foi lançada uma camiseta com os dizeres: “É preciso pessoas que amem a classe trabalhadora”.

Fontes: Sites da Diocese de Santo André e da Paróquia São Vicente de Paulo situado em Mauá – SP, em Brasil.