José Dias da Silva

José Dias da Silva “Padeirinho”
Nasceu em Santo António da Charneca, no dia 06 de Junho de 1937.

Foi este Santoantoniense que por sua conta, descobriu no “Pinhal da Machada“, os vestígios de uma antiga olaria do séc. XV/XVI, bem como inúmeros fragmentos cerâmicos, algumas moedas (uma de chumbo) e dois anéis (um de ouro).                         É importante referir, estes achados ficaram na posse da Câmara Municipal do Barreiro – Divisão de Cultura Património Histórico e Museus.

Escavação arqueológica de 1981, com a equipa de estudantes do programa de Ocupação de Tempos Livres

Há vestígios de outros fornos de cerâmica, que também foram localizados por José Dias da Silva.

É ainda o José Dias da Silva que há muitíssimos anos faz, de forma desinteressada, a limpeza dos trilhos e das fontes da Mata Nacional da Machada, efectivamente, este Homem faz a diferença !

Aqueles que passam por nós não vão sós,
deixam um pouco de si e levam um pouco de nós.
Saint-Exupéry